A riqueza de Ouro Preto

Localizada a 90 km de Belo Horizonte (MG), a cidade de Ouro Preto atrai turistas por sua importância histórica e seu conjunto de construções em estilo barroco. Declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1980, o município também abriga opções para quem gosta de curtir a natureza, como cachoeiras, mirantes, trilhas e rios.

Doze distritos compõem a cidade: Amarantina, Antonio Pereira, Cachoeira do Campo, Engenheiro Correia, Glaura, Miguel Burnier, Rodrigo Silva, Santa Rita de Ouro Preto, Santo Antonio do Leite, Santo Antonio do Salto, São Bartolomeu e Lavras Novas.

As igrejas e as capelas são o destino principal dos turistas que visitam a região. A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário, a Igreja de São Francisco de Assis e a Igreja São Francisco de Paula são alguns dos destaques. As construções possuem características próprias, mas sempre com a influência do barroco europeu.

A Igreja São Francisco de Assis encanta os visitantes e devotos por seu projeto arquitetônico assinado por Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e pelas pinturas de Manuel da Costa Ataíde. O início de sua construção ocorreu em 1766. O ingresso para a visita custa R$ 5.

Os amantes das belezas naturais podem optar pelos passeios ecológicos oferecidos por empresas turísticas. Não é difícil avistar quedas d’água e chegar às trilhas que levam até paisagens exuberantes. Uma das opções é o Parque Natural Municipal das Andorinhas, que abriga da nascente do Rio da Velha. Seja para tomar um relaxante banho de cachoeira ou se aventurar na prática de rapel, o local é uma boa pedida.

História

Ouro Preto recebeu esse nome em 20 de maio de 1823, quando a antiga Vila Rica foi elevada a cidade. O significado remete ao ouro escuro, coberto por uma camada de óxido de ferro, encontrado na região.

O município foi construído no auge do ciclo do ouro por artistas e escravos. Foi palco da Inconfidência Mineira, liderada pelo mártir Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. Ele lutou pela Independência do Brasil no período em que o País era dominado por Portugal. Como repressão, morreu enforcado no dia 21 de abril de 1792.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: